segunda-feira, 24 de novembro de 2008

A ESCOLA IDEAL

Deveria ser um ambiente espaçoso com teatro, aula de musica, pinturas, piscinas, campo de futebol com atividades esportivas. Acima de tudo conhecer culturas que a escola deveria ensinar tudo e a todos incluindo os portadores de deficiências especiais. A criança deve aprender tudo que deseja aprender, ler, escrever e cantar, desenvolver a responsabilidade com a liberdade de se expressar de acordo com cada criança, e os pais que não conseguem educar seus filhos, deveriam ser educados por essa escola, deveriam participar e acompanhar seus filhos não só na escola mas diariamente no seu dia a dia.

domingo, 16 de novembro de 2008

A ESCOLA IDEAL


DEVE PROPORCIONAR BEM ESTAR, CULTURA, LAZER, DIVERSÃO, CONHECIMENTO E AMIZADES
"Se a educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela, tampouco, a sociedade muda".
(




OBJETIVOS:

A escola do futuro deve proporcionar um ensino de qualidade onde os professores sejam capazes de educar fazendo com que os alunos tenham autonomia e auto critica para escolherem e decidirem o que será melhor para eles hoje e futuramente, fazendo com que os alunos leiam e entendam o que publicam e redigem.A escola do futuro também deve proporcionar um local adequado para estudo onde não necessariamente deva ser uma sala de aula e sim um local onde professor e aluno se sintam a vontade para ensinar e aprender, havendo regras onde todos participam elegendo compromissos e deveres.

A escola ideal deve ter...

A organização escolar requer a construção de um projeto pedagógico que, elaborado coletivamente, possibilite à escola cumprir sua função de instância socializadora do saber.Partindo dessa perspectiva, a autora aponta a responsabilidade dos profissionais da escola (professores ou não) na tomada de decisões que nortearão o projeto pedagógico. O acesso, a permanência e o sucesso dos alunos, assim como o fracasso ou a exclusão escolar, podem ser resultantes, dentre outros fatores, da direção tomada no processo de construção do projeto pedagógico.

O PROFESSOR:


UM DESAFIO AOS PROFESSORES O papel do professor tem sido, por vezes, comparado ao de um ator que sabe o seu papel e o apresenta diariamente na escola aos seus alunos. Esta é, obviamente, uma visão redutora. O professor não pode ser um ator que se limita a repetir matérias que aprendeu. Seria um desastre.
O professor é um mediatizador, isto é, ele age entre o aluno e os novos conhecimentos que se deseja que ele integre através das suas capacidades de raciocínio e compreensão. É que o aluno também não pode ser um ator que se limita a memorizar matéria e a reproduzi-la, com a maior fidelidade possível, na sala de aula e nos testes. Isso também seria um desastre.Infelizmente é aquilo que mais se vê nas salas de aula. Os alunos são praticamente convidados a fixarem as matérias e a papagueá-las de seguida. Estão os professores preparados para conduzirem os alunos a altos níveis de raciocínio para chegarem à "aprendizagem significativa"? (aquela que o aluno adquire através do seu próprio esforço de pensamento e não apenas usando a memória).Como profissional, o professor tem diversas demandas: aperfeiçoar-se, desenvolver habilidades cognitivas, apresentar consciência profissional, entre outras. Como educador, deve se comunicar eficazmente, assumir responsabilidades pelo que faz, estimular o trabalho independente e a cooperação entre alunos, etc. Como especialista em didática, entre outras tarefas, tem de adaptar materiais e metodologias e dominar o manejo da classe. Finalmente, como membro de uma equipe, espera-se que invista em seu aperfeiçoamento contínuo, que solicite e ofereça ajuda aos colegas e estabeleça parcerias

ESPAÇO FÍSICO:

O espaço para o trabalho deve ser o essencial e que permita uma aula agradável e que tenha haver com o estudo dado, se possível, por exemplo, uma aula sobre meio ambiente pode e deve ser dada num parque ecológico, na praça do bairro e etc.

MATERIAS DIDATICOS:

Os materiais podem ser diversos mas entre estes devem ser usados livros, revistas, jornais, guache, pinceis, tesouras, mapas e etc. A escola deve proporcionar diversos materiais para o uso do aluno e do professor.

RELAÇÃO PROFESSOR E ALUNO:

A relação entre aluno e professor deve ser como a sugerida no construtivismo, o professor deve ser um mediador para mediar o aluno nos seus estudos, explicando auxiliando e ajudando o aluno na construção do seu conhecime nto e da sua aprendizagem.

AVALIAÇÃO:

Serve para avaliar o professor e o aluno, quando o professor consegue ter está percepção de que também precisa ser avaliado, pois as vezes o fracasso do aluno não e somente culpa deste e sim da falta de comunicação entre professor e aluno entre suas maneiras de ensinar e de aprender.

TRABALHOS DESENVOLVIDOS:

Os trabalhos desenvolvidos pelos alunos e professores devem sempre serem comentados mostrados e se possível expostos para todos os que quiserem ter o conhecimento sobre os mesmos, em exposições, rádio da escola, feira cultural e etc.

A ESCOLA IDEAL DEVE EVITAR:

O ensino que é fornecido hoje, que não prepara o aluno para compreender estes assuntos,

1 - não educa para a autonomia do pensamento;

2 - inibe o pensamento criativo;
3 - institui o medo de errar;
4 - promove a submissão intelectual às crenças vigentes, incluindo as científicas;
5 - insiste num único tipo de pensamento: o lógico-matemático;
6 - exclui o aluno dos processos
de construção do conhecimento;
7 - ignora as inteligências múltiplas do Homem;
8 - apela à aprendizagem pela memorização pura e simples;
9 - reforça a "autoridade" do professor como "mestre" detentor da Verdade;10 - limita o crescimento do EU.

sábado, 15 de novembro de 2008

A escola tradicional X A escola idel

Segundo o livro “O despertar do Gênio” escrito por Cosete Ramos, a escola trata o aluno como ouvinte e repetidor de conteúdo, tornando-o um memorizador. Com uma visão restrita da educação, a escola “prepara” uma mão de obra de péssima qualidade, com um currículo esfacelado em disciplina definindo o conteúdo a ser ensinado ao aluno onde ele é forçado a usar apenas parte do cérebro (racional e memória).


Já a escola ideal precisa ser formada por cidadãos responsáveis, seres humanos éticos e profissionais de alta qualificação. A escola por sua vez deve promover uma educação de qualidade para todos, atendendo as necessidades do educando e seus familiares, empresas e sociedade. O aluno, ser único, capaz e ativo é desafiado a aplicar e construir conhecimentos, formular uma compreensão do mundo e resolver problemas reais, usando o cérebro inteiro e suas inteligências.

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

A escola do futuro deve valorizar a capacidade do ser humano de moldar a si mesmo por meio de leituras e A escola ideal tem que ser uma escola que nos dê estabilidade e suporte para que possamos desenvolver em relação ao conhecimento.
através também da liberdade que temos de aprender e conhecer.
Assim proporcionando um ensino de qualidade voltado ao aprendizado individual transformando o individuo em sujeito em todos os aspectos sociais e pessoais.
Nessa escola precisamos de professores preparados como pesquisadores que conheça a hitória não apenas pelo contato com o passado, mas sim para usar as informações obtidas para entender como o presente e o futuro se constroem ao longo do tempo,proporcionando ao aluno a garantia de uma base maior no conhecimento,assim descobrindo maneiras mais eficientes de aprendizados através do contato com a educação de qualidade que todos nós temos por direito defendidos nas Leis de Diretrizes e Bases
A forma pedagógica para construir uma escola do futuro é simplesmente como uma orquestra, com todos do corpo docentes alinhados e com a mesma determinação e objetivo que é permitir que haja um ensino de qualidade e satisfação humana em relação à educação.
Para o pensador americano Howard Gardner o individuo nasce com um vasto potencial de talentos ainda não modelados pela cultura o que acarreta essêncialmente o papel de uma escola ideal, uma escola que deve estar atenta a essa diversidade que se dá na aprendizagem e agregando todo o aparato necessário que condiga com essas necessidades do sujeito, o que Gardner vai chamar de multiplas inteligencias as quais todos possuimos, mas individualmente com uma proporção maior em uma delas em relação as outras. Conheça um pouco mais sobre cada uma dessas inteligências.

segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Tem que ter...


A escola ideal tem que ser um ambiente onde as crianças possam se sentir a vontade na relação professor-aluno tem que ter professores que estejam abertos a tentarem resolver os problemas do educando de forma que eles se sintam confortaveis para poderem ser diretos sobre os conflitos existentes seja dentro ou fora da sala de aula a escola tem de ofrecer um ensino rico e de qualidade onde as crianças saibam o porque estão aprendendo e sintam vontade de aprender deve ser inseridos outros ambientes de estudo de não somente a sala de aula mais ambientes que sejam diferentes e que proporcinem ao aluno uma possibilidade a mais de estarem fazendo descobertas longe de seu ambiente de estudo tradicional (Sala de aula).
A escola ideal tem de ter o comprometimento de sesu colaboradores desde funcionarios de limpeza até professores e a direção tem que haver lazer,esportes ,cultura atividades que liguem os alunos a este tipo de informação ... Uma escola que não seja apenas uam escola mais que seja um ambiente transformador estimulador com a colaboração dos pais e se possivel da comunidade também.

segunda-feira, 20 de outubro de 2008

A ESCOLA IDEAL TEM QUE TER

Assista a um pequeno vídeo dos objetivos da escola ideal


Compreendemos a criança como um ser de natureza singular, que sente e pensa o mundo de um jeito próprio. Nas interações que estabelece desde cedo com as pessoas que lhe são próximas e com o meio que a circunda, revela seu esforço para compreender o mundo, as relações contraditórias que presencia e, por meio de brincadeiras, experiências e atividades pedagogicamente orientadas, explicita as condições de vida a que está submetida, bem como seus anseios e desejos. Sendo assim, no processo de construção de conhecimentos ela se utiliza das mais diferentes linguagens e exerce a capacidade que possui de ter idéias e hipóteses originais sobre aquilo que busca desvendar, criando, desta forma, o seu próprio conhecimento, fruto de um trabalho intenso de criação, significação e ressignificação, no qual a escola desempenha um papel fundamental.


Devemos criar estratégias de ação no que se refere aos encaminhamentos de aprendizagem. Todavia, fazendo com que seja usada várias possibilidades de aprendizagem, priorizando a reflexão sobre o desenvolvimento infantil e as perspectivas teóricas em relação ao processo de construção do conhecimento. Desta forma,(Segundo Piaget) respeitando cada fase da criança, desenvolvendo diversas atividades e práticas educativas, privilegiando a sua formação integral e a conquista da autonomia.

segunda-feira, 13 de outubro de 2008

OBJETIVOS:

A escola do futuro deve proporcionar um ensino de qualidade onde os professores sejam capazes de educar fazendo com que os alunos tenham autonomia e auto critica para escolherem e decidirem o que será melhor para eles hoje e futuramente, fazendo com que os alunos leiam e entendam o que publicam e redigem.
A escola do futuro também deve proporcionar um local adequado para estudo onde não necessariamente deva ser uma sala de aula e sim um local onde professor e aluno se sintam a vontade para ensinar e aprender, havendo regras onde todos participam elegendo compromissos e deveres. Este método deve ocorrer desde o Ensino Fundamental I, pois quando os alunos passarem para o Ensino Fundamental II não teram tantas dificuldades como estão tendo hoje...